sábado, 13 de maio de 2017

OPINIÃO - CULPA POLÍTICA OU ÉTICO-MORAL DO PT?


Falo na condição de ex-petista que, inclusive, não acredita mais na atual forma de escolha de nossa representação, uma vez que a corrupção é inerente a ela. Prego a desobediência civil: não ir votar.

Contudo, é visível que existe uma perseguição seletiva ao Lula e ao PT. A Lava-Jato é a repetição do que fez a elite contra Vargas e Jango, levando um ao suicídio e outro a deposição, quando eles assumiram posições nacionalistas. Sim, porque nenhum tucano( Aécio, Serra, Alkmin e Fernando Henrique, etc... ) até agora foi preso, assim como Sarney, Collor, Maluf, Jucá, Renan, Moreira, Temer, torturadores do Golpe de 64, Gilmar Mendes, ex- presidente do STF que solta notórios meliantes, que engavetava processos contra Fernando Henrique quando era Advogado-Geral da União, que suspendeu ato do Governo que repassava quatro fazendas para os índios Guaranis-Kaiowás, os verdadeiros donos das terras,  entre outros representantes da classe dominante, apesar das evidências de altíssima corrupção e crimes.

Os citados não foram perseguidos porque pertencem à elite enquanto Lula e Dilma são representantes dos trabalhadores, embora tenham feito  aliança com estes execráveis setores. Deu no que deu. Foram todos engolidos pelo sistema, alguns se lambuzando nele, e retirados do poder através de um golpe. A burguesia prefere um governo elite puro-sangue, como foram a ditadura militar, Fernando Henrique e agora Temer, que massacram os pobres, querendo retirar, inclusive, os direitos adquiridos com muita luta.

A burguesia não quer, sequer, um governo como os do PT que ofereceram pequenas vantagens aos trabalhadores.

Dilma e Lula, ao invés de fortalecerem as rádios e tvs comunitárias, preferiram estimular ou fazer média com a grande imprensa quando deveria cassá-los, uma vez que são concessões e não podem ficar repetindo mentiras dia e noite, distorcendo os fatos, além de apresentarem programas deseducativos. Sequer a Telesur que se contrapõe à mídia hegemônica deixaram entrar no país, atendendo à exigência do grande Capital.

Favoreceram bancos e pouco fizeram pela reforma agrária, segundo a Comissão Pastoral da Terra- CPT e o próprio MST-Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra. Ao contrário, favoreceram o agronegócio. Poucas terras indígenas foram demarcadas, segundo o CIMI- Conselho Indigenista Missionário. Fizeram vista grossa para a subtração da terra dos índios por parte de fazendeiros e hidrelétricas.

Na cidade, a criação do programa Minha Casa, Minha Vida, representou pequeno avanço, pois as casas foram feitas, muitas vezes, em lugares longínquos e sem infra-estrutura, beneficiando, principalmente, as empreiteiras. Alguns, por não terem como pagar as prestações, transformaram o programa em Minha Casa, Minha Dívida.

Na exploração do petróleo, o nosso bem maior, continuaram a realizar os lesivos leilões , iniciados por Fernando Henrique, e fizeram acordo em torno do famigerado projeto Serra de esfacelamento do pré-sal. Deviam ter estatizado totalmente a Petrobrás e entregue o seu controle aos trabalhadores e usuários para evitar a corrupção que sempre existiu na empresa, que apesar disso, ainda é um gigante que ajuda muito o país.

Criaram a lei antiterror para criminalizar os movimentos sociais que se rebelarem e vetaram, também, a auditoria da dívida pública que consome a maior parte do nosso orçamento.

No crédito ao petismo, há o exitoso programa Mais Médicos, que manda profissionais para lugares longínquos, onde os brasileiros não querem ir, aproveitando, principalmente, a excelente mão-de-obra cubana, que prima pelo internacionalismo; o inegável acesso dos pobres, negros e indígenas às universidades, seguimentos massacrados secularmente; e o bolsa família que apesar de não resolver o problema da fome, a diminuiu. 

Fizeram uma política externa coerente, com exceção da intervenção no Haiti. Não mexerem na estrutura, fizeram alianças espúrias, não armaram os movimentos sociais progressistas, por isso caíram.

André de Paula é advogado da Frente Internacionalista dos Sem-Teto (FIST) e membro da Anistia Internacional.

Contatos:
Correio eletrônico: fist17@gmail.com
https://www.facebook.com/frenteinternacionalista.fist
http://fistrj.blogspot.com.br
Celular/WhatsApp: (21) 99606-7119


segunda-feira, 17 de abril de 2017

OPINIÃO - A VITÓRIA DA FIST CONTRA A PREFEITURA DE NITERÓI


Foto:Bruno Morais/Coletivo Pandilla/Imagens do Povo


Desde o Governo Jorge Roberto da Silveira que as sucessivas administrações da Prefeitura de Niterói vêm tentando colocar os antigos moradores da Ocupação Mama África, filiada à FIST-Frente Internacionalista dos Sem-Teto, para fora de suas casas no bairro de São Domingos como, aliás, fizeram com outras ocupações, sob o discriminatório e torpe argumento de que pobre não pode morar em bairro nobre. Nada tão repugnante e contraditório, pois o bairro leva o nome do fundador da Ordem dos Pregadores(OP) que tinha a pobreza como ideal evangélico e vivia de esmolas, sendo que outro frade desta ordem, Santo Tomás de Aquino disse que a terra é de quem nela vive e trabalha.

Deram azar, pois tanto o ex -arcebispo de Niterói, Dom Alano Pena, que intercedeu pelos moradores, quanto o advogado que os patrocina e que esta subscreve, são dominicanos, cada qual em sua posição. Sucessivas derrotas na Justiça foram infringidas à Prefeitura, sendo que em duas audiências públicas no Clube de Diretores Lojistas, no governo anterior do atual prefeito Rodrigo Neves, em contraditórias e mentirosas afirmações, já que sempre recorreu , prometeu que não incomodaria mais os posseiros. Bravata pura, pois foram vários os recursos derrotados chegando agora até o Supremo Tribunal Federal – STF , onde foi confirmada a derrota através da negação de Recurso Extraordinário em Agravo exarado pelo Ministro Luís Roberto Barroso.

É lamentável que uma Prefeitura que foi dos Partido dos Trabalhadores seja tão contra os pobres, se posicionando contra a sábia posição de outro Doutor da Igreja, Santo Ambrósio, que diz que é da avareza que nasce o direito de propriedade. Recentemente, o prefeito, querendo se esconder das contradições do PT, mudou-se para o Partido Verde ,revelando-se  uma saída ainda pior, pois se trata de um partido que ajudou a infringir o golpe que destituiu o pífio governo de Dilma.


André de Paula é advogado da Frente Internacionalista dos Sem-Teto (FIST) e membro da Anistia Internacional.


Contatos:
Celular/whatsapp: (21) 99606-7119
Correio eletrônico: fist17@gmail.com
https://www.facebook.com/frenteinternacionalista.fist
http://fistrj.blogspot.com.br


Foto:Bruno Morais/Coletivo Pandilla/Imagens do Povo

** Abaixo, endereço eletrônico de belíssimo relato sobre a ocupação Mama África:
http://rioonwatch.org.br/?p=13408

quinta-feira, 13 de abril de 2017

ARQUIVADO MAIS UM PROCESSO CONTRA JAIR BAIANO




A FIST conseguiu através de seu advogado André de Paula a prescrição de seis dos sete processos contra o preso político torturado e mais processado pelos protestos de 2013 (Ocupa Câmara, Ocupa Cabral, Leilões do Petróleo), Jair Seixas Rodrigues, o Baiano da FIST. Espera, agora, a absolvição no único processo onde foi intimado da 14a Vara Criminal onde atua, também, o advogado Marino D'Icarahy. Ressalte-se que em um dos processos foi determinado o arquivamento temporário.




segunda-feira, 10 de abril de 2017

PROGRAMA SEM-TETO EM REVISTA DE 06-04-2017.


Programa Sem-Teto em Revista com a participação do magistrado Rossidélio Lopes da Fonte, ex- presidente da Associação de Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj) e juiz titular da 36ª Vara Cível da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro.






Para ouvir o programa, clique no endereço eletrônico abaixo:

http://www.radiopetroleira.org.br/w3/programas/audio/radio_petroleira/2017/04/progstr060417.mp3